sábado, 23 de abril de 2011

Nem sempre há um depois...Então faça agora



Se alguém me perguntar qual o meu maior medo eu responderei sem pensar: perder alguém que eu amo.
Ontem eu recebi a notícia que meu amigo havia morrido. É triste pensar que nunca mais vou vê-lo. Lembro que a última vez que o vi, foi numa praia, há uns três meses, mas a gente nem conversou muito, nem dei um abraço nele. Não imaginei que isso pudesse acontecer com ele, e hoje me arrependo de tê-lo abraçado e de ter dito o quanto ele era importante para mim.
Muitas vezes deixamos que o orgulho, a vergonha, a raiva fale mais alto que os nossos próprios sentimentos. Deixamos de dizer o que sentimos, de dar abraços, de dizer Eu Te Amo. Vivemos achando que temos todo o tempo do mundo, que a vida vai durar para sempre. Eu aprendi da pior forma que a vida não é assim, que a qualquer momento tudo pode ter o fim. Então, se você tiver amigos, família, namorado(a) ou alguém que seja importante para você, sempre que você puder diga que os ama, que eles são importantes pra você. Não temos todo o tempo do mundo, então temos que viver cada dia como se fosse o último, aproveitar cada segundo sem deixar para depois o que podemos fazer agora, porque nem sempre tem um depois...

2 comentários:

  1. oi menina. sinto muito pelo seu amigo. Sei como é triste perder alguém que a gente ama muito e sei tb o quanto é importante o valor da frase "eu te amo"

    ResponderExcluir