domingo, 23 de dezembro de 2012

O doce sabor da vingança




Não se pode negar que o mundo está cheio de pessoas falsas. E uma traição pode vir até mesmo de onde você menos espera: de um (a) amigo (a), um (a) namorado (a), uma irmã...
E quando alguém trai a sua confiança, você pode:
a                 1)  Se vingar;
                   2)   Perdoar;
c                 3)   Superar e seguir enfrente.

Então, o que você faria? No fundo a gente sabe que o certo seria a 3ª opção, mas quem nunca se decepcionou tanto com alguém a ponto de querer se vingar?
Digamos que às vezes eu já senti muita vontade de me vingar, a ponto de até criar algum plano maluco de vingança. Mas eu nunca fui até o final, nunca cheguei a colocar em prática nenhum desses planos.
Por quê?
Bom, é normal quando estejamos magoados com alguém, sentir vontade de fazer essa pessoa passar pela mesma dor - ou até pior- que estamos passando. Mas se você pensar bem vai perceber que vingança é uma total perda de tempo. Afinal, ao invés de seguir em frente com a sua vida vai gastar seu tempo se preocupando em se vingar.
É claro que a vingança pode até fazer com que você se sinta melhor, mas você vai está sendo igual ou até pior do que a outra pessoa. Eu não estou dizendo que você deve perdoar ou esquecer, apenas quero dizer que o melhor que você pode fazer é simplesmente não fazer nada, por que quando alguém faz algo ruim com a gente, essa pessoa espera nos ver sofrendo, então, a melhor vingança é sorrir quando todo mundo espera que você chore.

Nenhum comentário:

Postar um comentário