sexta-feira, 22 de maio de 2015

Última conversa




Para ser sincera, às vezes eu não sentia que você me amava como eu sou. Tenho algumas qualidades, mas também tenho defeitos. Sei que tem coisas em mim que você não gosta e não concorda. Mas eu queria ser amada apesar disso, porque eu amo você mesmo com os seus defeitos. Eu não sou perfeita, mas isso não quer dizer que eu não mereça ser amada.
É difícil admitir, mas em algum momento nossas diferenças começaram a nos causar problemas. Confesso que eu queria que um milagre acontecesse para que tudo ficasse bem entre nós dois. 
Eu fui feliz como você. Estive sozinha por muito tempo, mas quando eu te conheci, senti que tinha alguém ao meu lado. Você esteve comigo até mesmo nos momentos ruins e sem que você percebesse, me ajudou muito. Sei que nunca contei a você quando eu estava com algum problema ou dificuldade, entretanto estar ao seu lado já era suficiente, porque eu sabia que não estava mais sozinha.
Mas, infelizmente, eu reconheço que é quase impossível que as coisas possam dar certo entre nós agora. Então, esta última conversa é apenas um desabafo, um agradecimento pela felicidade que você me proporcionou e um pedido de desculpas por não ter conseguido fazer você feliz.




Comente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário